Embassy of Portugal in Cape Verde

Ministry of Foreign Affairs

Tertúlia “O Papel da Ciência no Desenvolvimento”

Enquadrada no Ano Europeu para o Desenvolvimento, realizou-se no passado dia 16 de junho, no Auditório do Centro Cultural Português na Cidade da Praia, a Tertúlia dedicada ao tema “O papel da Ciência no Desenvolvimento” – iniciativa organizada pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação (MESCI), em parceria com a Pós-Graduação Ciência para o Desenvolvimento (PGCD) e com o apoio do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P..

Copresidiram à abertura do evento S.E o Embaixador de Portugal, Dr. Bernardo de Lucena e S. E. o Ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação, Dr. António Correia e Silva, tendo MESCI integrado posteriormente a mesa de debate à qual se juntaram o Chefe da Unidade do Ambiente das Nações Unidas, Professor Doutor António Querido, a Diretora Executiva do Instituto de Medicina Molecular (IMM) de Portugal, Professora Doutora Maria Mota e a Investigadora do IMM, Professora Doutora Vanessa Luís, esta última no papel de moderadora do debate. O evento contou ainda com a participação da Magnífica Reitora da UNI-CV, Professora Doutora Judite do Nascimento, do Vice-Reitor da UNICA, Professor Doutor Virgílio Alves, do Chefe de Cooperação da Delegação da União Europeia, Dr. Luís Maia, bem como dos estudantes da PGCD.

Tertúlia propôs-se essencialmente a debater como a ciência assume um papel fundamental no aumento da riqueza e melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. A premissa base do debate foi apropriada em unanimidade, tendo a pertinência da mesma sido confirmada à luz da condição de Cabo Verde enquanto país parco em recursos naturais. Complementarmente, foi consensual a ideia de que se deverá continuar a privilegiar o investimento público no contexto da qualificação dos recursos humanos, designadamente nos domínios da ciência e inovação. Neste contexto e reiterando posicionamento já assumido noutros eventos, reafirmou o Ministro António Correia e Silva, a importância de serem encontradas soluções mais criativas e inovadoras, citando a título de exemplo o modelo da PGCD, que favoreçam a criação de pólos de investigação científica nas Instituições Universitárias Cabo-verdianas.

Outras notícias sobre o evento:

Foto 1Foto 2

Foto 3Foto 4

Share:
FacebookTwitterGoogle +E-mail