Embaixada de Portugal em Cabo Verde

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Cerimónia de Lançamento Oficial do Projeto “Roadmap dos Resíduos em Cabo Verde".

Teve lugar no passado dia 25 de fevereiro, no Palácio do Governo, a cerimónia de lançamento oficial do Projeto “Roadmap dos Resíduos em Cabo Verde”, financiado pelo Fundo Português do Carbono, no quadro da iniciativa portuguesa de implementação imediata em matéria de Alterações Climáticas – “FAST START”. A execução deste projeto estará a cargo do consórcio constituído, pela Parte portuguesa, pela Ecovisão, Águas de Portugal-Internacional e ONG TESE, e pela Parte cabo-verdiana pela Agência Nacional das Águas e Saneamento e Direção Nacional do Ambiente.

Orçado em 1,5 milhões de euros, o projeto terá a duração de 3 anos e visa, numa primeira fase, o mapeamento das instituições e intervenientes, suas competências e responsabilidades, a caracterização da produção dos resíduos em Cabo Verde, dos locais e métodos de recolha, das tecnologias utilizadas e dos recursos disponíveis. Numa segunda etapa, o projeto compreende a implementação de uma experiência-piloto demonstrativa de tecnologias que garantam uma mais eficiente e sustentável gestão dos resíduos em Cabo Verde,

A cerimónia foi presidida pelo Senhor Ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Dr. Antero Veiga, tendo contado com a participação do Senhor Embaixador de Portugal em Cabo Verde, Bernardo Homem de Lucena.

A importância estratégica que o projeto encerra e interesse que o mesmo suscita foi confirmado pelo nível de representação de instituições e entidades que marcaram presença e/ou se fizeram representar. O evento reuniu, assim, cerca de 80 pessoas, entre as quais se destaca a significativa presença das Autoridades Locais, do Corpo Diplomático residente no país, bem como de outras entidades que constituirão importantes parceiros no contexto da implementação do projeto, como a Agência de Regulação Económica, a Rede Parlamentar de Ambiente, a Ordem dos Engenheiros, o Instituto Nacional de Estatística, a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços Sotavento, a Sociedade Desenvolvimento Turístico das Ilhas da Boavista e do Maio.

A pertinência do projeto foi ademais sublinhada pelo Ministro Antero Veiga que, na sua intervenção, realçou a janela de oportunidade ora criada rumo à viabilização de soluções, com bases em consensos e sinergias que sustentem a implementação de ações concretas e integradas, que possibilitem gerir, de forma mais eficiente e sustentável, a problemática dos resíduos em Cabo Verde.

Na sua intervenção, o Senhor Embaixador de Portugal em Cabo Verde, realçou relevância do projeto no quadro da criação das condições que poderão melhor assegurar a sustentabilidade ambiental, social e económica de Cabo Verde, à luz dos princípios consagrados na Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre o Combate às Alterações Climáticas e com as orientações consensualizadas pelo Acordo de Copenhaga. 

 

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail