Embaixada de Portugal em Cabo Verde

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Cerimónia de assinatura de contratos dos projetos cofinanciados no âmbito do Programa Temático da União Europeia para Atores Não Estatais e Autoridades Locais

A Cidade da Praia foi, no passado dia 10 de dezembro, palco da cerimónia de assinatura dos contratos dos projetos selecionados no âmbito do convite à apresentação de propostas do Programa Temático da União Europeia (EU) para Atores Não Estatais (ANE) e Autoridades Locais (AL), intitulado “Preservação e melhoria do património social, cultural e ambiental como fator de diversificação e desenvolvimento do turismo sustentável e solidário em Cabo Verde”.

O evento foi presidido pelo Chefe de Delegação da União Europeia, Embaixador José Manuel Pinto Teixeira, o qual beneficiou ainda da participação de S. Exa. a Ministra do Desenvolvimento Rural, Eva Ortêt, a Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas, Ulrika Richardson, bem como dos Presidentes da Câmaras Municipais de S. Filipe e Mosteiros na Ilha do Fogo, da Câmara Municipal do Maio e do Vereador da Câmara Municipal de S. Vicente.

Considerando que o Turismo se assume como um setor chave para o desenvolvimento de Cabo Verde e, bem assim, um importante vetor de crescimento económico e criação de emprego, a DUE lançou, em Maio último, um convite às Organizações da Sociedade Civil (OSC) para apresentação de propostas que perspetivassem essencialmente a valorização e diversificação da oferta turística, atendendo aos critérios de qualidade, respeito do meio ambiente e geração de emprego, visando a criação de novas, e mais inclusivas, dinâmicas de turismo local.

Dos mais de 30 proponentes que submeteram as respetivas propostas de projetos, foram selecionados seis, entre os quais se contam três organizações portuguesas: i) Instituto Marquês de Valle-Flôr; ii) Associação Cultural Sete Sóis Sete Luas; iii) Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste – ESDIME.

Com uma dotação total de cerca de 2.400.000,00 Euros, os projetos selecionados assegurarão uma representatividade geográfica considerável, contemplando as Ilhas de Santiago, S. Vicente, S. Antão, Maio, Fogo e Brava, e serão implementados em estreita parceria com as respetivas Câmaras Municipais.

Praia, 11 de dezembro de 2015

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail